quarta-feira, 1 de março de 2017

É Certo?

Só orar quando tá em perigo? Só querer o colo quando te falta abrigo? Usar do amor de quem tem para dar, quando de quem você realmente queria te falta? Chorar baixinho e deixar quem te feriu sorrindo?
 Ensinaram " O pai nosso" Agradeça pelo pão
Pelo feijão Pelo irmão
Agradeça pela existência Por ter presente
Parentes que logo serão inexistem Em Romanos 10:13 dizia
porque "todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo". Coitada da menina Que desde pequena sofria Chorava aflita Pelas coisas mundanas vividas Desacreditada da presença~Não era mais crente na existência de uma força suprema
Ela orou
Rezou
Ascendeu vela
E banho ela tomou
Mas já não dava
Desencanada
O coração tava aflito
A alma carregada Mas não foi sempre assim
Nem sempre desistimos daquilo que acreditamos Saiba aonde chorar!
Fulano quer te ajudar?
Haha
Nessa fila eu já entrei
Conheci fulano rei
Pebleu, até o papa me conheceu
Mas na hora da dor..
De dar a mão como parceiro
De dar o colo como contorno
Geral sai cortando
Dizendo que não tá legal
Que seus problemas não são reais
Fazer o que se na cidade
Problema é classificado por idade

12 comentários :


  1. Oie amore,
    Nossa que texto mais profundo... me fez refletir muita coisa.
    Dá pra perceber que tem um conhecimento maravilhoso sobre as maravilhas de Deus.
    Beijoka!

    ResponderExcluir
  2. Me deu tanta aflição lê-lo.
    Eu senti a força da incredulidade, mas percebi também que no fundo a fé está presente mesmo lá no fundo, ainda que a dor seja muito real.
    Acredito que os melhores textos são os que nos fazem refletir e mexem com as nossas emoções e este é um deles. Sem contar que eu amo poesias. Obrigada por compartilhar essa preciosidade conosco!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Que texto tocante!
    Me identifiquei bastante em alguns pontos, inclusive, me fez refletir aqui sobre alguns coisas que vem acontecendo.
    Parabéns pela poesia, consegui me tocar profundamente. Amei!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  4. Uau, que profundo.
    Dias atrás me peguei refletindo sobre isso, sobre problemas, sobre agradecer, e esse texto veio como "um tapa na minha cara", mas como algo bom e para acrescentar!
    Parabéns...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá... tudo bem??
    É bem assim mesmo a sensação de descontentamento... a gente fica perdida e não acredita mais em nada até a nossa fé é abalada... eu gostei muito do poema, ficou tão crível que até me arrepiei. Xero!

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Mais uma vez seu texto está repleto de sentimentos. Infelizmente, as pessoas só vão atrás de algo quando precisam e isto reflete-se na religião também. É tão fácil pedir e agradecer aqpenas quando precisa-se, quero ver fazer isto diariamente, sem falta.
    Nem todas aquelas pessoas que pensamos que estará sempre com nós, ficarão ali nos momentos difíceis. Elas só querem compartilhar das coisas boas e esquecem as demais.
    Adorei o poema, Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Nossa, que tapa na cara! Adorei o poema, real e cruel na medida certa, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Nossa que poema mais maravilhoso!
    Faz tempo que não acompanho a sua escrita, e a cada vez que venho aqui, saio surpreendida!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Texto bem forte e reflexivo. Mexe bastante com o leitor. Quantas vezes as preces não são atendidas e as pessoas fica desacreditada na fá.Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Seu poema me arrepiou demais, pois sempre penso nessa questão de você só fazer algo na hora que precisa, como orar. Acho que é algo nato do ser humano e que precisamos perder, sabe?
    Vou compartilhar seu texto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá! Bem forte seu poema. Orar não é apenas na hora que precisa. E realmente o ser humano ver apenas o problema dele como real e do outro apenas um drama. Beijos'

    ResponderExcluir
  12. Oi.. Belíssimo poema. Profundo e muito bem escrito. Parabéns

    ResponderExcluir